Em solidariedade ao “dia sem imigrantes”, restaurantes em Washington, incluindo alguns bastante renomados, não abriram ou vão operar com capacidade reduzida nesta quinta-feira (16). A paralisação foi organizada em protesto à política anti-imigrantes estabelecida pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

“Senhor presidente, sem nós e sem nossa contribuição, este país paralisa”, diz a convocação.

De acordo com a agência de notícias France Presse, a princípio, parecia que a iniciativa lançada na semana passada não vingaria. Contudo, a adesão de grandes restaurantes teria motivado outros estabelecimentos da capital, de Nova York e da Filadélfia a participarem.

Uma pesquisa do instituto Pew revelou que 9% dos empregados no setor de hotelaria e restaurantes no país em 2014 são imigrantes ilegais. O país tem hoje cerca de 11 milhões de pessoas vivendo em situação irregular, sendo a maioria mexicana.

Noticias ao Minuto