sábado, maio 18, 2024

Revista elege 50 melhores técnicos do mundo com Tite como único brasileiro e Abel quase Top 10

A revista britânica FourFourTwo colocou Abel Ferreira, do Palmeiras, e Tite, do Flamengo, entre os 50 melhores técnicos de futebol do mundo. Os treinadores que atuam no futebol brasileiro dividem a lista com nomes como Carlo Ancelotti, Guardiola e Klopp.

O comandante palmeirense ficou em 13º lugar no ranking e teve destacado pela publicação as taças conquistadas no clube paulista. “Abel Ferreira diz que aprendeu muito com Football Manager. Bom, os títulos consecutivos da Copa Libertadores são coisas de videogame”, escreveu a revista.

A FourFourTwo também afirmou que o técnico é um personagem dentro e fora de campo e falou sobre a relação entre Abel e um outro treinador português. “Transformou a mentalidade do Palmeiras em um time vencedor em série. As comparações com José Mourinho são adequadas, para dizer o mínimo”, disse o veículo.

Já Tite ocupa a 40ª posição da lista e foi muito prestigiado pela revista. “O que ele não viu no futebol não vale a pena ver”, destacou a análise. Além disso, a passagem do técnico pela seleção brasileira recebeu destaque.

Segundo a publicação, o comandante flamenguista é capaz de “encontrar harmonia” nas equipes que trabalha, o que colaborou para que o Brasil tivesse números como 60 vitórias e seis derrotas em 81 jogos sob o comando do treinador, com 174 gols marcados e 30 sofridos.

O top 3 é formado por Pep Guardiola, do Manchester City, Jürgen Klopp, do Liverpool, e Xabi Alonso, do Bayer Leverkusen. A lista tem ainda Xavi Hernández, do Barcelona, e Edin Terzic, finalista da Liga dos Campeões com o Borussia Dortmund. Já Jorge Jesus, que treina o Al-Hilal e alcançou a marca de 34 vitórias seguidas com a equipe, não foi mencionado no levantamento.

Confira os 50 melhores técnicos do mundo pela FourFourTwo:

Pep Guardiola – Manchester City

Jürgen Klopp – Liverpool

Xabi Alonso – Bayer Leverkusen

Carlo Ancelotti – Real Madrid

Unai Emery – Aston Villa

Mikel Arteta – Arsenal

Simone Inzaghi – Inter de Milão

Luis Enrique – Paris Saint-Germain

Diego Simeone – Atlético de Madrid

Julian Nagelsmann – Alemanha

Eddie Howe – Newcastle

Roberto De Zerbi – Brighton

Abel Ferreira – Palmeiras

Thomas Tuchel – Bayern de Munique

Sebastian Hoeneß – Stuttgart

Rúben Amorim – Sporting

Ange Postecoglou – Tottenham

Didier Deschamps – França

Michel – Girona

Arne Slot – Feyenoord

Imanol Alguacil – Real Sociedad

Vincenzo Italiano – Fiorentina

Thiago Motta – Bologna

Andoni Iraola – Bournemouth

Gian Piero Gasperini – Atalanta

Xavi Hernández – Barcelona

Marco Rose – RB Leipzig

Gary O’Neil – Wolverhampton

Edin Terzic – Borussia Dortmund

Ivan Juric – Torino

Éric Roy – Brest

Adi Hütter – Monaco

Roger Schmidt – Benfica

Thomas Frank – Brentford

Massimiliano Allegri – Juventus

Erik ten Hag – Manchester United

Marco Silva – Fulham

David Moyes – West Ham

Ernesto Valverde – Athletic Bilbao

Tite – Flamengo

Luciano Spalletti – Itália

Peter Bosz – PSV

Gareth Southgate – Inglaterra

Maurício Pochettino – Chelsea

Sérgio Conceição – Porto

Frank Schmidt – Heidenheim

Kieran McKenna – Ipswich Town

Stefano Pioli – Milan

Roberto Martínez – Portugal

Christian Streich – Freiburg

Estadão Conteúdo

recentes