Risco de colapso em barragem na Califórnia provoca saída de mais de 188 mil pessoas

Ao menos 188 mil pessoas deixaram suas casas no norte da Califórnia após danos no vertedouro da barragem de Oroville, a mais alta do país, segundo a CNN.

No domingo (12), as autoridades anunciaram ordens urgentes para que a região fosse esvaziada devido ao risco de colapso da estrutura, que poderia provocar uma inundação nas áreas próximas e atingiria comunidades rurais ao longo do rio Feather, segundo a Reuters.
O Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia chegou a informar no Twitter por volta das 16h30, no horário local, que era previsto que o vertedouro próximo à represa “falhasse na próxima hora”.

Helicópteros passaram a jogar rochas em uma fenda aberta em um muro de contenção do vertedouro em uma tentativa de evitar que a água escape. As autoridades também liberaram água para diminuir o nível do lago após semanas de fortes chuvas no Estado.
Aparentemente, a estratégia tem dado resultado: a quantidade de água que estava vazando recuou desde que as autoridades emitiram ordens de evacuação. Ainda de acordo com a CNN, a represa permanece intacta.

Na quinta-feira (9), engenheiros começaram a perceber que algo estava errado depois de ver pedaços de concreto se deslocaram.

O governador da Califórnia, Jerry Brown, emitiu uma ordem de emergência do estado para ajudar as autoridades locais com a situação de emergência e as evacuações. Centros de acolhida foram montados, mas as estradas que saem de Oroville, que tem mais de 16 mil habitantes, ficaram congestionadas.

Por G1 (Foto: California Department of Water Resources/William Croyle/ Reuters )