O deputado federal Robinson Almeida (PT-BA) respondeu com sarcasmo à declaração do prefeito ACM Neto (DEM), na manhã desta segunda-feira (29), quando afirmou que a operação Lava Jato não tem munição para barrar sua eventual candidatura em 2018, mas teria para causar impedimento ao governador Rui Costa e ao ex-governador Jaques Wagner.

“Prefeito, não vamos tentar tapar o sol com a peneira. Aceita que dói menos. O senhor perdeu a virgindade do discurso moral. É isso que aconteceu. Você pousava de moralista, mas a sua casa caiu nesse terreno. É melhor aceitar do que ficar querendo tapar o sol com a peneira”.

Em entrevista ao programa Se Liga Bocão, na Itapoan FM, nesta segunda, Robinson ponderou que a menção dos nomes em denúncias deve ser acompanhada de provas, mas negou que o PT tenha formulado queixa contra o demista.

“Todo mundo que for denunciado deve ser investigado, pode ser Rui, pode ser Wagner, inclusive ACM Neto. Não foi o PT que denunciou ACM Neto. Foi a Odebrecht que delatou e deixou suspeita de superfaturamento [na obra da Barra] como contrapartida ao financiamento na campanha do prefeito em 2012. O prefeito em vez de acusar os outros tem que se defender”, argumentou.

Matéria relacionada:

ACM Neto: a Lava Jato pode tirar Rui e Wagner, não a mim

Bocão News Por Eliezer Santos