O governador Rui Costa (PT) declarou, nesta segunda-feira (14), que pediu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) a avaliação de medidas restritivas em atos políticos com o intuito de evitar a contaminação do novo coronavírus.

“Manifestei a minha preocupação com carreatas e eventos realizados no interior e pedi ao Tribunal para que sejam aplicadas as restrições possíveis. Não consigo entender o que se passa na cabeça das pessoas que insistem em fazer aglomerações”, disse. “Parece que a pandemia acabou.

Em pelo menos dez cidades as convenções pareciam mais um Carnaval”, acrescentou o chefe do Executivo baiano, em coletiva. No entanto, ao participar da convenção partidária que oficializou Eleusa Coronel como vice na chapa encabeçada pelo deputado federal Pastor Sargento Isidório, o petista prometeu “participar ativamente” da campanha dos aliados.

“Vou prestar o que tenho de cabeça, de ideias e de imagem para que a gente leve a vitória. O que importa em Salvador é que alguém do nosso grupo vá para o segundo turno e que a gente possa juntar o grupo inteiro no segundo turno e ganhar a eleição”, declarou, na ocasião.

As informações são do Política Livre – Foto: Mateus Pereira/GOVBA