quarta-feira, maio 29, 2024

Saiba como está a situação da ‘onda de violência’ no Rio Grande do Norte

A avalanche de casos de violência no Rio Grande do Norte está gerando tensão, medo e insegurança na população estadual. Por essa razão, na madrugada desta quarta-feira (15), a Força Nacional de Segurança chegou ao estado com a proposta de conter a série violenta na região.

O mais novo detalhe é que um avião pousou na Base Aérea de Natal por volta das 2h, com cerca de 30 policiais militares. Por outro lado, outro avião deixou mais de 70 agentes no RN. A Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte também aponta que mais 100 agentes e outros 30 policiais do sistema prisional ao estado nordestino.

Como forma de barrar a entrada de suspeitos nas estradas do interior, e até mesmo da saída, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deverá entregar apoio operacional. Todo esse coletivo de ações abrange o atual cenário de caos vivido nas cidades.

O ministro da Justiça, Flávio Dino, autorizou na tarde de terça (14) o envio de agentes da Força Nacional. O estado registrou uma série de ataques criminosos desde a madrugada em pelo menos 19 cidades.

“Atendendo à solicitação da governadora Fátima, do Rio Grande do Norte, autorizei o envio da Força Nacional para colaborar com a ação das forças estaduais de segurança. Outras ações estão sendo providenciadas e posteriormente serão anunciadas”, relatou Dino, por meio de suas redes sociais.

Cenário de tensão

Tiros, incêndios e prisões já foram registradas no Rio Grande do Norte. Palcos dessas ações têm sido prédios públicos, comércios e veículos. No meio dos alvos estão um fórum de Justiça, duas bases da PM, uma prefeitura e um banco.

Além disso, uma loja de motos e carros que estavam estacionados nas ruas e em garagens públicas, bem como ônibus do transporte público e escolar também foram atingidos.

As ações da polícia, até a conclusão desta terça-feira (14), resultaram no seguinte panorama: 25 suspeitos presos; 5 armas de fogo apreendidas; 18 artefatos explosivos apreendidos; 3 galões de gasolina; 4 motos; 1 carro; dinheiro; e drogas.

Um homem foi preso, nesta terça-feira (14), por suspeita de envolvimento nos ataques ocorridos no estado. No mesmo dia, ele foi transferido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, para um presídio federal, que não foi revelado. Outro detalhe é que as visitas nas penitenciárias do estado foram temporariamente suspensas, em função das ações criminosas praticadas nas 19 cidades.

O Ministério da Justiça comunicou que o custodiado transferido é acusado de atuar dentro de uma facção criminosa. Conforme as investigações, “continuava como mandante de crimes como homicídios e tráficos de drogas, além de estar envolvido em planos de fugas e ataques a patrimônios públicos e privados, hoje [terça-feira,14], nas cidades de Natal e Mossoró”.

BNews

recentes