Na manhã desta sexta-feira (11), o prefeito do município de Ipirá (BA), Marcelo Brandão (DEM), no programa de Rádio Oficial da Prefeitura (‘Papo Reto’), divulgou a primeira atração do São João 2018.

A Prefeitura já vinha, durante toda a semana, fazendo suspense e anunciando em Rádio e Redes Sócias a data da divulgação para esta sexta-feira como se fosse um anúncio importantíssimo, uma grande novidade, dando ares de segredo de estado. Mas na verdade o que o prefeito fez em seu programa de rádio desta sexta-feira foi apenas confirmar o que todo mundo já sabia: a primeira atração festiva contratada para compor a programação do São João 2018 será a dupla sertaneja Maiara & Maraísa.

Em breve, o Chefe do Executivo ipiraense deve confirmar as outras atrações do tradicional Arraia do Camisão 2018.

São João de Ipirá, Maiara & Maraísa, superfaturamentos

Culturalmente, nós brasileiros damos muito valor a festas, sendo o São João realmente uma festa importante, no momento que os festejos juninos fazem parte da história do povo, mas notadamente com fortes raízes no Nordeste do país.

Em Ipirá, não poderia ser diferente, mas ao anunciar a atração festiva (Maiara & Maraísa) o prefeito, coerentemente, também já deveria divulgar o valor de contrato da dupla. Pois, transparência deve ser o principal fator de uma administração pública. Quem paga, o dono do dinheiro, que é o povo, deve ser o principal e imediato informado do valor de uma contratação de Gestão Pública.

Ipirá passa por momento delicado, onde obras prioritárias, a exemplo da Casa do Estudante, que se encontra desmoronando e abandonada, do Mercado de Artes, que servia a quase uma centena de pequenos comerciantes, também se encontra fechado e abandonado. A Assistência Médica do município encontra-se em um verdadeiro caos, com unidades médicas faltando o básico, deste AAS a Dipirona.

O município gasta sem prioridades, a prefeitura (o povo) paga a empresa responsável pela limpeza pública urbana, em torno de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) mensais, isto dá em torno de R$ 12.500,00 (doze mil e quinhentos), por dia uteis do mês (segunda a sexta), no entanto nossas ruas andam sujas, com lixos por todo lado.

No momento, depois de um ano e quatro meses no poder, a principal obra deste governo atual é a reforma de uma das mais antigas praças de nossa cidade, uma obra em que é o povo quem paga, mas o cidadão não sabe o custo desta citada obra, nem quando ela será concluída. Resultando em uma obra tocada a portas fechadas, com um projeto que em nenhum momento foi apresentado a comunidade, onde jamais alguém foi consultado se esta obra era realmente um investimento prioritário para o município. Coincidentemente, nesta praça em reforma (São José) concentra-se os principais empreendimentos do grupo político do prefeito (Jacu), na cidade, destacando-se Clínicas Médicas, Laboratórios, Colégio, etc.

O município atravessa um momento de denúncias sérias, que vão do superfaturamento de Merenda Escolar (VEJA AQUI), acometido pelo Executivo Municipal, a denúncias de superfaturamento pela Presidência da Câmara de Vereadores (VEJA AQUI). Para acabar de completar, recentemente, duas das mais importantes agências bancárias do município foram arrombadas (VEJA AQUI), ficando a comunidade sem estes importantes bancos.

As denúncias de superfaturamento são extremamente importantes, cada centavo, se por acaso, desviado do dinheiro público, representam um serviço médico precário, obras prioritárias que precisam serem construídas, serão abandonadas.

Com tudo isso acontecendo, o município que tem uma verba licitada para publicidade no valor de R$ 800.000,00 (oitocentos mil) anual, ainda assim, o programa oficial da prefeitura ‘Papo Reto’ desta sexta, pago pelo povo de Ipirá, nada falou sobre os problemas citados (que são recentes e importantes).

O povo de Ipirá paga muito bem aos seus políticos no poder, o prefeito recebe mais de R$ 20.000,00 (vinte mil mensais – valor maior do que o pago ao Governador do Estado), nossos Secretários e Chefe de Gabinete, recebem em torno de dez mil reais mensais, os nossos vereadores também recebem acima de R$ 10.000,00 (dez mil) mensais. Para Ipirá, os valores são de salários extremamente bons, altos, só conseguidos por poucos profissionais, altamente qualificados.

Partindo do princípio de bem pagos, a comunidade cobra desses Agentes Públicos (funcionários do povo), pagos pelo povo ipiraense, trabalho, transparência e lisura com a coisa pública. Que cada centavo por ventura seja suspeito de desvio seja investigado, a fundo, e se comprovado o desvio, espera-se o repudio do povo, pedindo atuação severa, a quem tiver competência (Ministério Público – MP, vereadores comprometidos com o povo, etc.) para averiguação rigorosa. E assim, desta forma, assim acontecendo, cada um de nós, cidadãos ipiraenses, poderemos ter um São João de alegrias, consciência tranquila e certezas do dever cumprido.

Por Orlando Santiago Mascarenhas
www.ipiranegocios.com.br