quinta-feira, abril 25, 2024

São Paulo tem primeiro caso da variante Arcturus da Covid-19

Nesta segunda-feira (1º), a prefeitura de São Paulo confirmou o primeiro caso da variante XBB.1.16 da Covid-19, também conhecida como arcturus. O paciente é um homem de 75 anos com comorbidades, que foi atendido em um hospital privado após apresentar sintomas de síndrome gripal e febre em abril. Ele já recebeu o esquema vacinal completo contra a Covid-19.

A variante está sendo monitorada pela Organização Mundial da Saúde como uma variante de interesse e até o momento não apresentou gravidade ou aumento no número de casos na cidade.

Os principais sintomas da nova variante incluem irritação nos olhos, tosse seca e episódios febris.

A Secretaria Municipal da Saúde ressalta a importância de completar o esquema vacinal, inclusive com a Pfizer bivalente, para se proteger contra formas graves da doença.

A vacinação está disponível para pessoas acima de 50 anos, pessoas maiores de 12 anos com imunossupressão ou com comorbidades, indígenas, gestantes e puérperas, residentes em Instituições de Longa Permanência e funcionários desses equipamentos da cidade de São Paulo, profissionais da saúde, pessoas com deficiência física permanente, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além da população em situação de rua.

A “xepa” da vacina está disponível para pessoas acima de 18 anos cadastradas previamente na Unidade Básica de Saúde de referência, caso haja doses remanescentes ao final do dia.

Até o momento, foram aplicadas 1.248.675 doses do imunizante na capital. As vacinas estão disponíveis das 7h às 19h em todas as UBSs e AMAs/UBSs Integradas, de segunda a sexta-feira, e nas AMAs/UBSs Integradas aos sábados, no mesmo horário.

recentes