O que os líderes ainda não demonstraram em público a cada dia seus eleitores fazem questão demostrar, desejo de que haja a união entre dois dos três candidatos a prefeito em Baixa Grande. Esta vontade também já é anunciada até por alguns candidatos a vereadores de ambas as coligações.

A coordenadora do CRAS, professora Maria Angélica colocou em sua residência três bandeiras, duas do PSD-55 que tem como candidato a prefeito Gilvan Rios da Silva e uma do PT que tem como candidato Pedro Lima Neto.

Angélica foi candidata a prefeita de Baixa Grande em 2000, tendo como vice a atual vereadora Joanita Rios (PT), obtendo 7,78% dos votos válidos. Na época o município teve cinco candidatos a prefeitos, sendo eleito Mimi o atual candidato à vice na chapa de Dr. Heraldo com 4.149 votos. Da. (Heraldo obteve na época 3.416, Reinaldinho 1.406, Angélica 782 e Amado 296).

Neste domingo (11), o candidato Pedro estará realizando comício no povoado de Lagoa do Mamão e Gilvan em Italegre. Existem boatos de ruas que motoristas ligados a uma empresa de transportes contratada pela prefeitura tiveram uma reunião com os dois candidatos e disseram que caso não haja a união, todos podem se “rebelar” e declarar apoio a Gilvan. Ainda neste domingo, com a divisão dos dois candidatos os eleitores seguirão seus candidatos. Os petistas mais tradicionais continuam no apoio a reeleição de Pedro. Já os mais novos em sua maioria apoiam Gilvan e outros lutam pela desistência da candidatura do atual prefeito Pedro Lima Neto unidos todos os eleitores do 13 e 55.

Fonte: Bacia do Jacuipe