O Sindicato do Servidores Públicos de Pintadas, convocou para a noite de quarta-feira, dia 03 de maio, uma Assembleia Geral Extraordinária, onde na oportunidade tratou de algumas pautas, dentre elas o não reajuste dos salários dos servidores que segundo a categoria estão desatualizados desde janeiro, e o avanço horizontal das categorias em atraso a 11 meses.

Segundo o Sindicato, o processo de negociação com a gestão atual, já vem se arrastando à meses e ainda segundo os representantes das categorias que estiveram presentes na assembléia, o prefeito de Pintadas, Batista da Farmácia, marcou uma reunião no sábado passado, dia 29 de março, na prefeitura, às 9:00 horas para fechar acordo destas e outras pautas, no entanto, não compareceu e não se justificou aos servidores e ao sindicato.

Por unanimidade os serventuários municipais, votaram por uma greve geral, prevista pra ser deflagrada à partir de segunda-feira, quando são cumpridas as 72h prevista em lei, já que o sindicato notificou a administração na manhã desta quinta.

Fonte: Hora 1 Notícias