quarta-feira, junho 19, 2024

Sob batuta de Ceni, Bahia tem 3ª melhor campanha no returno da Série A

A chegada de Rogério Ceni ao comando técnico do Bahia trouxe novos ares para o CT Evaristo de Macedo. Apesar de estar com exatamente o mesmo elenco, o Tricolor de Aço demonstrou uma clara melhora no desempenho desde a saída de Renato Paiva e a chegada do ex-goleiro, tendo atualmente a terceira melhor campanha no 2º turno do campeonato.

Anteriormente, com o comandante português, o Esquadrão venceu apenas cinco partidas em 22 jogos disputados no Brasileirão Série A. Os péssimos resultados fizeram com que o Bahia flertasse durante boa parte do primeiro turno com a zona de rebaixamento da competição, oscilando entre 16º e 18º colocado.

No entanto, após o empate contra o Vasco da Gama, no dia 3 de setembro, Paiva não aguentou a pressão das críticas pelos maus resultados, pediu demissão do cargo e a diretoria tricolor trouxe Rogério Ceni. A partida de estreia já foi um bom triunfo fora de casa, diante do Coritiba, pelo placar de 4 a 2.

Os confrontos seguintes trouxeram um pouco de preocupação, devido aos reveses contra Santos e Flamengo, respectivamente. O ponto de virada, entretanto, foi a alucinante partida contra o Goiás, onde, também fora de casa, o Bahia venceu pelo placar de 6 a 4 e trouxe a empolgação de volta à torcida.

Rogério Ceni conseguiu quatro triunfos, quase o mesmo número conseguido nos 22 jogos de Renato Paiva. Resultados colocam o Bahia em 3º lugar no returno da Série A, com 16 pontos, atrás apenas de Bragantino (20) e Flamengo (18).

Na sequência, as duas partidas em Salvador fizeram apenas confirmar o bom momento do Esquadrão. Empurrado por mais de 40 mil na Arena Fonte Nova, o time de Rogério Ceni foi superior contra Internacional e Fortaleza, conseguindo vencer sem sofrer gols, por 1 a 0 e 2 a 0, respectivamente.

Assim, nas seis partidas em que esteve comandando o Tricolor, Rogério Ceni conseguiu quatro triunfos, quase o mesmo número conseguido nos 22 jogos de Renato Paiva. Os resultados colocam o Bahia em 3º lugar no returno da Série A, com 16 pontos, atrás apenas de Bragantino (20) e Flamengo (18).

O aproveitamento do Bahia com Renato Paiva foi de 33%, com cinco triunfos, sete empates e 10 derrotas. Sob o comando de Ceni, esse desempenho subiu para quase 67%, com quatro vitórias e duas derrotas.

Atualmente, o Bahia saiu do 16º lugar para a 13ª posição, ficando apenas uma posição e um ponto de uma vaga na Copa Sul-Americana de 2024. Para sonhar com um G-8, que daria vaga na Taça Libertadores, a distância é de oito pontos, com ainda 10 partidas para serem disputadas.

A Tarde – Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia

recentes