A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) autorizou que o governador Rui Costa (PT) possa fazer um pedido de empréstimo de R$ 250 milhões ao Banco do Brasil. A aprovação do Projeto de Lei 23.747/2020 aconteceu na sessão desta terça-feira (3), sob protestos de deputados da bancada de oposição e do deputado Hilton Coelho (Psol). Segundo os oposicionistas, a gestão do petista já realizou nove operações de crédito – somando o montante de R$ 6 bilhões.

Sandro Régis (DEM), novo líder da bancada, afirmou que o Executivo nunca prestou contas dos empréstimos contraídos e que repetiu neste empréstimo o modus operandi dos demais.

“O governo deveria explicar detalhadamente como, quando e onde será aplicado este montante volumoso de recursos. Acredito que o parlamento deveria tomar outra atitude e cobrar mais transparência nestas operações de crédito”.

Hilton Coelho (Psol) também reclamou sobre a falta de clareza nas informações. “Me parece constrangedor a gente ter que fazer uma espécie de operação para saber onde serão aplicados esses 250 milhões”, ironizou.

Já o líder da bancada de governo, deputado Rosemberg Pinto (PT), explicou que os recursos serão dedicados a investimentos em infraestrutura viária e mobilidade urbana no estado.

“Os deputados de oposição votaram contra, mas é bom lembrar que quando se inaugura uma nova estrada, ela serve tanto para os eleitores que votaram com o governador, quantos para os que não votaram. Esse dinheiro será investido na infraestrutura e os próprios parlamentares contrários são os primeiros a cobrar melhores condições de estradas baianas”, defendeu.

 Por: Redação BNews  com imagem de reprodução