Um surto de cólera foi declarado na província de Nampula, norte de Moçambique, anunciou o Centro Operacional de Emergência (COE) da região após uma reunião realizada na segunda-feira.

A doença foi detectada no final de janeiro no distrito de Meconta, num dos principais corredores entre províncias do norte do país, e há 133 casos diagnosticados, 52 internados e sem vítimas mortais.

Ao mesmo tempo, há relatos de diarreias nos distritos de MomaMemba e Eráti, pelo que as autoridades estão monitorando a evolução da doença.

Os serviços de saúde da província de Nampula dizem manter um armazenamento de medicamentos e equipamento médico suficiente para os próximos três meses, distribuído pelas diferentes unidades sanitárias e sem sinais de problemas.

Com cerca de seis milhões de habitantes a província de Nampula é a mais populosa do país.

A cólera é uma doença que provoca fortes diarreias, que é tratável, mas que pode provocar a morte por desidratação se não for prontamente combatida.

A doença é causada, em grande parte, pela ingestão de alimentos e água contaminados.

Os casos de cólera alastram habitualmente através do consumo de água contaminada o que acontece com maior frequência durante a época das chuvas, que em Moçambique ocorre de outubro a março.

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •