As autoridades do estado de Georgia, nos Estados Unidos, prenderam na noite desta quarta-feira (17) um homem suspeito de planejar ataques em diversos lugares de Washington, incluindo a Casa Branca.

O suspeito foi identificado como Hasher Jallal Taheb, de 21 anos, e detido durante uma operação federal, após ele trocar seu carro por armas para realizar a ofensiva, informou a imprensa local.

O procurador Byung J. Pak, citado pelos jornais norte-americanos, explicou que o suspeito tinha o objetivo de utilizar um explosivo improvisado e um míssil. Além disso, ele também faria um ataque suicida. Taheb foi acusado de danificar ou destruir um prédio de propriedade do governo com explosivos.

O FBI iniciou as investigações desde março de 2018, quando recebeu a informação de que o jovem havia se radicalizado ao islã e pretendia até alterar o próprio nome. Durante o inquérito, Taheb mostrou para um agente infiltrado do FBI um mapa da Casa Branca. O suposto terrorista ainda planejava atacar o Memorial Lincoln, uma sinagoga e o Monumento de Washington. (ANSA).

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •