terça-feira, fevereiro 27, 2024

Tensão entre indígenas e fazendeiros: líder é preso após ocupação de fazenda

No extremo sul da Bahia, a tensão entre indígenas e fazendeiros voltou a se intensificar. Na segunda-feira (29), um grupo da aldeia Vale da Palmeira tentou ocupar a fazenda Bom Jesus do Matosinho, localizada na região de Caraíva, em Porto Seguro. Segundo líderes da aldeia, a ocupação foi realizada pelos indígenas como forma de pressionar o poder público a reconhecer a área como parte de um território ancestral indígena. No entanto, a ação foi realizada sem uma decisão judicial ou apoio policial.

Já o fazendeiro Fernando Henrique Spagnol, de 40 anos, denunciou à polícia que Nilson Berg Fonseca, também conhecido como Binho e líder dos indígenas, teria ameaçado um funcionário com uma arma de fogo e roubado uma caminhonete. O veículo foi posteriormente recuperado, mas nenhuma arma foi apreendida.

Binho, autoproclamado cacique da aldeia, foi preso pela Patamo, uma tropa especializada da Polícia Militar que atua em áreas sensíveis. Ele foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil na cidade de Eunápolis, onde foi autuado por roubo com uso de arma de fogo e esbulho possessório. O suspeito aguardará uma audiência de custódia, e o inquérito será encaminhado para a comarca de Porto Seguro.

Até a noite de segunda-feira, alguns indígenas permaneciam na fazenda ocupada. A reportagem ainda não teve acesso à versão de Nilson Berg Fonseca sobre as acusações. //Fonte: Radadrnews

recentes