Uma troca de tiros entre policiais e criminosos deixou 14 mortos neste sábado (30), dentre eles quatro agentes de segurança, na comunidade mexicana de Nueva Unión, que fica a 60 quilômetros da fronteira com os Estados Unidos.

Segundo as autoridades locais, o confronto ocorreu por volta de meio-dia (no horário local) quando policiais avistaram vários veículos com homens fortemente armados percorrendo a região da comunidade e fizeram a abordagem.

O governo do estado de Coahuila identificou quatro policiais e sete suspeitos entre os mortos no local do tiroteio. Outros três corpos foram localizados durante a noite em um caminho rural. As autoridades informam que os 10 mortos teriam envolvimento com o crime organizado e ainda que um adulto e uma criança estão desaparecidos.

Miguel Ángel Riquelme, governador do estado, foi até a região e mostrou em sua página em uma rede social a sede da Prefeitura de Nueva Unión com marcas de tiros e vidros quebrados. Ele atribuiu o ataque ao cartel de narcotráfico que surgiu no estado vizinho de Tamaulipas.

Por G1 — Foto: Gerardo Sanchez/AP