Trabalhadores em Educação da rede municipal de Ipirá, decidem paralisar as atividades as 10h da próxima terça e participar da sessão da Câmara

Os trabalhadores em educação da Rede Municipal de Ipirá decidiram em assembleia realizada nesta quinta-feira (22), paralisar suas atividades na próxima terça feira, dia 26, as 10h, e participar da sessão na Câmara. A atividade foi deliberada porque até o momento a categoria não teve uma resposta concreta do Prefeito Municipal em relação às reivindicações que motivaram a greve no final do ano 2018.

Desde o mês de janeiro a APLB vem tentando dialogar com a gestão no intuito de construir uma agenda positiva. No entanto a gestão tem ignorado nossos pleitos, “empurrando com a barriga” as reivindicações da categoria. Envio do projeto de Lei que concede o reajuste dos funcionários 2019, mudança de nível, licença prêmio, retorno do pagamento integral dos 17% AC aos professores que atuam na educação infantil, regularização do processo de readaptação funcional, devolução do desconto de INSS sobre o 1/3 de férias (ilegal e imoral).

Os trabalhadores estão abertos ao diálogo com a gestão municipal. Mas precisamos ter a garantia do cumprimento do que ficou acordado. Educação não se faz apenas com o professor!

SÓ CONQUISTA QUEM LUTA!

Caboronga Notícias com informações e fotos da APLB