O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia – TRE-BA, acatou nesta segunda-feira (07), os recurso impetrados pelo ex-vereador Bruno Pamponet Kuhn Pereira e pelo atual vereador Reinaldo Brito de Carvalho (PP) de Baixa Grande, contra a decisão da juíza eleitoral Gabriela Santana Nunes da 86ª Zona Eleitoral, que cassou o mandatos dos políticos em 10 de novembro de 2016, alegando compra de voto.

Em suas redes sociais o advogado e ex vereador Bruno Pamponet postou um texto anunciando a decisão do TRE-BA. No post ele disse que foi difícil aceitar uma injustiça contra sua pessoa, e agradeceu a força que encontrou em seus familiares e amigos para superar o trauma e assim entrar com recurso para provar sua inocência.

Leia o post abaixo:

Amigos. Há dois anos foi noticiada amplamente na Imprensa Estadual, a cassação do meu mandato de vereador por suposta compra de voto nas eleições de 2012. Foi difícil aceitar esta injustiça, da sentença prolatada na época. Mas recebi com resignação e confiança no Arquiteto Divino, que um dia faria justiça. Penso que as consequências são irreparáveis para a vida do cidadão quando o judiciário erra.

Recebi na noite de ontem com enorme alegria e gratidão a Deus, o resultado do julgamento do nosso Recurso Eleitoral. Em que o próprio Ministério Público, em seu Parecer pediu para reformular a sentença por completo. Os desembargadores por unanimidade reconheceu que não houve captação ilícita de sufrágio e que os fatos como narrados muito menos existiram.

Agradeço especialmente a minha colega, amiga e brilhante Advogada Dra. Lílian e Dr Esmerim. Que fez da minha causa a sua causa, que confiou e acreditou na justiça e se indignou junto comigo. Pelo apoio irrestrito, obrigado.

A minha esposa Juliana pelo apoio constante e meu Pai Mimi, que de forma irrestrita sempre me apoiou. Aos diversos amigos pelo apoio, e pela confiança. O Jorge Luiz, Ediomário e Agmar Rios, que a época divulgou as palavras de justiça que postei na rede social.

A força e o poder que traz os atos do Estado juiz são impressionantes, pois assume um simbolismo de verdade absoluto. Neste caso foi difícil, mas o que me deixou confiante foi primeiro a minha consciência, em saber que Deus em tudo tem um propósito e que tantos amigos foram solidários e confiaram irrestritamente.

Por fim muito obrigado a todos os baixa-grandenses e amigos que foram solidários e me passaram inúmeras mensagens. A minha mãe que não está aqui, e como sinto sua falta. Mas ela que sempre foi uma defensora nossa, com esmero e coragem. Sei que se estivesse aqui estaria radiante e muito feliz. Mas onde estiver sei que também está feliz.

Fonte: Bacia do Jacuípe