A ordem do Rei Momo foi atendida. De 20 a 22 de abril, as querelas políticas foram deixadas de lado porque destes três dias a ordem era cair na folia e homenagear essa terra querida, sofrida, amada por uns, castigada por outros, mais no final das contas todos deram, dão e darão sua parcela de contribuição para o engrandecimento desta terra.

A Micareta 2017 esteve na pauta da discussão entre os prós e os contra, em virtude da crise hídrica e financeira que o momento enfrentava, principalmente por causa da seca, mais o prefeito Marcelo Brandão foi mais audacioso e contou também com a benevolência de São Pedro que há menos de quinze dias a chuva caiu para a alegria principalmente do homem do campo.

Vamos para a Micareta.

Tudo pronto, uma grande infraestrutura foi montada no novo circuito criado pela atual gestão, circuito batizado de Henrique Maciel, que também dividiu o público com relação a dar certo ou errado. Deu certo. O espaço agregou uma massa humana com toda segurança, e comodidade.

Vieram as atrações da quinta-feira (20). Banda Bahia Show, Bell Marques e Nave Louca. Apresentações que encherão os olhos dos milhares de foliões que deliraram principalmente com o carisma e a musicalidade de Bell Marques, que enfim, presenteou principalmente a Ipirá no dia do seu aniversário com uma apresentação memorável.

Sexta-feira (21), tudo pronto para mais uma noite de alegria. No circuito desfilaram as atrações; Banda Fofokaê, Jammil e 5 Segundos. Mais uma noite memorável com belíssimas apresentações dos artistas e banda. Destaque para Jammil que apresentou um espetáculo musical para todos os gostos.

Como tudo nessa vida não é perfeito, a nota triste foi o desabamento de algumas placas do piso do camarote que cederam causando um grande susto e ferimentos em algumas pessoas. Graças a Deus e a ação de resgate e socorro aos acidentados, não houve maiores danos. Nem mesmo esse lamentável incidente tirou o brilho da festa.

Sábado (22); as atrações eram Filhos de Jorge, Psirico e Bahia Show. Mais três magníficos espetáculos musicais, sendo que as atenções estavam voltadas para a Banda Psirico. Por volta das 22h, Marcio Vitor apareceu e a temperatura no circuito da festa foi para mil graus. O carisma e a voz diferenciada do cantor Márcio Vitor, extasiou o grande público que se esbaldou ao som do Psirico.

Por fim só resta dizer, valeu Ipirá. Todos saíram ganhando. Bares, comercio variado, hotéis, pousadas, ambulantes etc. Parabéns as Polícias Civil e Militar, Bombeiros Civis, Garis, Motoboys, Transporte Alternativo de Passageiros, Ambulantes, Secretarias de Infraestrutura e Saúde Imprensa em Geral, Autoridades da região, Vereadores, Comissão organizadora e especialmente ao prefeito Marcelo Brandão (DEM), responsável por toda esta festa memorável.

Caboronga Notícias

COMPARTILHE
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •