domingo, maio 19, 2024

Veículo de acidente que causou morte de criança em Ipirá apresentava irregularidades

O veículo envolvido no acidente que vitimou uma criança, de cinco anos, em Ipirá, na Bacia do Jacuípe, apresentava irregularidades. Além de ter mais de sete anos de uso, a veraneio [utilitário fabricado até 1994] não contava com cintos de segurança suficientes nem tinha monitor, função exercida por um adulto para garantir a segurança dos menores. Os itens estão presentes no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), respectivamente.

No final da manhã da última terça-feira (27), a porta de uma veraneio que levava crianças de volta para casa se abriu, o que fez Yasmin dos Santos Oliveira, de cinco anos, cair na estrada. O acidente ocorreu a cerca de um quilômetro da casa da família da criança, situado na localidade de Rosário, zona rural de Ipirá.

A garota chegou a ser levada para um hospital da cidade, mas não resistiu. O sepultamento ocorreu no final da tarde desta quarta-feira (28).

Segundo a presidente do Conselho Municipal de Educação da cidade, Poliane Gomes da Anunciação, ainda há outras irregularidades no veículo. “Nós, do conselho, não fomos informados da existência desse carro e nem sabemos se ele passou por vistoria do Detran-BA”, disse ao Bahia Notícias.

Em relação ao caso, há suspeitas de que o carro envolvido no acidente tenha mais de 40 anos de idade, o que dá quase seis vezes a data limite para renovação de frota.

Em nota, a prefeitura municipal de Ipirá informou que abriu uma sindicância para apurar as causas do acidente. A delegacia da cidade informou também que já abriu inquérito, mas não deu detalhes da investigação.

Por Francis Juliano/Bahia Notícias

recentes