O vereador Benedito do leite fez um relato na tribuna da Câmara de Vereadores na sessão da última terça-feira (18), chamado a atenção de todos para a omissão dos gestores do município de Ipirá e principalmente o atual prefeito Marcelo Brandão, com relação a falta de atenção para com a população que reside nas localidades que fazem fronteira com outros município.

Segundo o vereador, no último dia (13) aconteceu uma audiência na Comissão Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação da Assembleia Legislativa da Bahia. Na pauta, a divisão territorial entre Ipirá e a cidade de Serra Preta.

Se não fosse a intervenção do deputado Jurandy Oliveira, o município de Serra Preta teria levado cerca de dois mil habitantes de Ipirá para o seu município da divisão territorial.

“O que me deixou triste foi o descaso do prefeito Marcelo que não participou do debate e apenas enviou um representante. O jovem Levy fez o papel dele. Porém, não conhece a realidade do interior do município como nós. Representando Serra Preta estavam o prefeito acompanhado de três vereadores e um secretário. Além da região que faz divisa com Serra Preta, a região do Couro está recebendo serviços de melhoria através dos municípios de Pintadas e Baixa Grande.  As regiões que fazem divisa com Riachão do Jacuípe e Pé de Serra, também estão na mesma situação.” disse o vereador.

Por sua vez, o vereador Marcos de Dadá também confirmou que os moradores da região do João Velho que residem do outro lado do Rio Paraguaçu, estão sendo atendidos pelo município de Rafael Jambeiro.

Caso fatos como estes não sejam revistos pelo poder público municipal, a tendência é que o município de Ipirá comece a encolher reduzindo ainda mais o seu índice populacional, refletido drasticamente da queda de arrecadação.

Caboronga Noticias com imagem e ídeo de Felipe Fister