Na sessão desta sexta-feira (26) da Câmara Municipal de Baixa Grande, os vereadores de oposição apresentaram denúncias contra  a secretária de Educação Rejane Miranda.

Na semana passada, os vereadores comprovaram que a prefeitura tem um rombo financeiro de 6,4 milhões de reais.

Já nesta sexta-feira, os vereadores demonstraram que o município de Baixa Grande gastou quase 200 mil reais de combustível, enquanto o município de Mairi com o mesmo porte gastou 86 mil reais de combustível. “Não faz sentido algum uma duas cidades do mesmo porte, Baixa Grande gastar 120% a mais que Mairi. Isso é roubo população!” disse o vereador Werlisson Silva.

,

A denúncia foi mais grave ainda, pois os parlamentares apresentaram provas de que a secretaria de Educação Rejane Miranda, fez uma compra de quase 5 mil reais para a Escola João de Deus no Povoado de Maçaranduba, em 4 de dezembro de 2019, sendo que a mesma Escola está fechada a 2 anos. “Isso que eles querem esconder! Desvios de dinheiro público. Uma escola fechada a 2 anos e comprando material de didático, tá roubando o dinheiro suado do povo”.

Veja abaixo Nota de Empenho:

Com informações do Bacia do Jacuipe