O vereador Laelson Neves (PMDB) propôs na última sessão do dia 2 de maio, ao presidente da Câmara de vereadores de Ipirá, a 204 quilômetros de Salvador, Divanilson Mascarenhas (DEM) para que seja realizada uma sessão especial, com data a ser marcada, para discutir políticas públicas de proteção aos animais abandonados nas ruas de Ipirá. O município é obrigado a tratar do assunto com a sociedade, conforme o vereador Laelson Neves. De acordo com o parlamentar, populares estão matando cães e gatos envenenados ou por outros tipos de agressão e algo precisa ser feito urgente.

“ A grande incidência de cães e gatos abandonados, que vem se arrastando por anos nas vias públicas do município é assustadora. Os animais são seres vivos e merecem cuidados e atenção como o ser humano. Não é justo ficarmos assistindo esses absurdos sem que nenhuma providência seja tomada. Vamos tentar de todas as formas encontrar soluções para proteger estes animais, por parte de ONGs ou até quem sabe, seja criado pelo poder público municipal um canil, com a colaboração de voluntários especializadas em cuidar de animais e assim controlar a reprodução destes animais, através de campanhas educativas e de castrações ” destacou o vereador Lalson Neves.

Na última quinta-feira 27 de abril, quatro cães da senhora Elizete, foram mortos, com requinte de crueldade, inclusive um cachorro pastor, treinado pelo batalhão da polícia de Camaçari, foi morto enforcado por populares.

O cachorro que atendia pelo nome de Pingo, foi doado para dona Elizete, quando a mesma morava na cidade de Camaçari.  No dia 27 de abril quatro cães de uma moradora foram mortos, incluindo um cachorro pastor, treinado pelo batalhão da polícia de Camaçari, enforcado por populares.

Da sucursal da Chapada-Cristina Villarino