Vereadores de oposição em Ipirá ‘Batem Forte’ na situação

A sessão da manhã desta terça-feira (28), da Câmara Municipal de Ipirá (BA), liderada pelo Presidente da Câmara, Vereador Divanilson Mascarenhas, foi marcada por discursos vigorosos da Bancada oposicionista, onde alguns vereadores cobraram e ‘bateram forte’ no Governo situacionista.

Na ordem do dia, foi comunicado a existência de um projeto de lei de autoria do vereador Edson Carneiro de Souza ‘Suita’, que cria a Avenida Rio Grande do Sul, no espaço entre o Cemitério Jardim da Saudade e o Residencial Flores da Chapada. Segundo ‘Suita’ o nome da avenida prestará homenagem a comunidade gaúcha da Fábrica de Calçados Paquetá, responsável pela geração de emprego em Ipirá.

A sessão, que no momento continha um pequeno público, parecia sem novidades e apática, começou com o vereador oposicionista Weima Fraga, que geralmente tem uma postura cordial e amena, mas nesta sessão surpreendeu, notou-se que ele estava com vontade de ‘bater’.

Em seu pronunciamento, e em conversa com a reportagem, Weima ‘soltou o verbo’, e fez sérias críticas ao governo situacionista. Weima, cobrou do Governo mais transparência. Segundo ele, o governo está moroso em prestar informações, demorando e colocando poucas informações no portal da transparência. Que até agora a comunidade não sabe quanto a prefeitura vai gastar com a micareta. Que o povo, que paga a conta, tem direito e precisa saber o valor dos contratos feitos com as Bandas contratadas para a micareta, em especial o povo quer saber quanto vai pagar pelo show de Bell Marques, considerado por muitos um artista que já não está mais no auge da carreira, mas geralmente é um dos contratos mais caros da Bahia.

Ainda segundo Weima, o governo precisa ter prioridade de gastos, o Mercado de Artes está inutilizado, com quase uma centena de pequenos comerciantes sem poderem ganhar o pão de cada dia, a biblioteca do município está inativa, a Casa dos Estudantes em Salvador está em vias de desabar na cabeça dos seus moradores, o município está sofrendo muito com a seca.

Weima, ainda sugeriu que o ex-prefeito Juraci Oliveira (Jota) seja convidado pela Câmara a prestar esclarecimento de como foi usado os R$ 2.067.347,82 oriundos da repatriação de recursos, recebido em sua administração.

Finalizando, Weima ainda falou que após três meses de Governo, no momento o município só está bom para poucos, onde algumas famílias estão com todos os seus integrantes empregados na prefeitura, ou sé não estão empregados na prefeitura de alguma forma estão sendo beneficiados pela mesma. No final de sua fala Weima foi bastante aplaudido.

Tentamos por diversas vezes, durante todos os dias da semana, entrar em contato com o prefeito, para que ele falasse sobre o pronunciamento de Weima. Na terça-feira nos disseram que o prefeito estava em Salvador, na quarta nos disseram que a prioridade seria para pessoas da área rural, na quinta esperamos das 14 às 16 horas (não nos foi possível esperar mais), na sexta, já na prefeitura, nos informaram que o prefeito não atende ninguém (atendimento é só interno), telefonamos para o cel. do prefeito, não fomos atendido, nem retornados).

Além do pronunciamento de Weima, também merecem destaques os pronunciamentos de Deteval Brandão (Líder Oposicionista), e o de Laelson Neves (Líder do Governo).

Por Orlando Santiago Mascarenhas
www.ipiranegocios.com.br