Vereadores de oposição saem em defesa das empresas de Ipirá

Foi apresentado na Câmara de Ipirá, projeto de lei, de autoria do Executivo Municipal que possibilita a isenção de impostos para empresas com mais de mil funcionários em Ipirá. As empresas cobertas pelo projeto ficariam isentas das Taxas de Fiscalização e funcionamento (TFF) e do imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

A bancada de vereadores de oposição, composta por Deteval Brandão, Weima Fraga, Marcos de Dadá, Carlinhos Simas, Benedito do Leite, Jaildo do Bonfim e Caryl Oliveira saiu em defesa das empresas ipiraenses, que por não atingirem o critério exigido pelo projeto [ter mais de mil funcionários] não teriam direito a isenção de impostos.

Foi convocada uma sessão extraordinária na última quinta-feira (28) para que o projeto fosse apreciado, porém, sem atingir um consenso entre os vereadores, o presidente da Câmara suspendeu a sessão.

Os vereadores de oposição estudam alternativas e emendas, para que empresas originalmente ipiraenses também venham a ser beneficiadas com o projeto, segundo informou o líder da bancada Deteval Brandão: “Estamos engajados e empenhados neste projeto, estudando alternativas e emedas, que apresentaremos para que as empresas do nosso município também venham a ser beneficiadas, como por exemplo, reduzir o número exigido de funcionários”.

Deteval ressaltou a importância da população na sessão da Câmara de Vereadores na próxima terça-feira (2). “Faz-se de extrema importância a participação da população, do empresariado e de representantes da sociedade civil para que possamos discutir este projeto juntos, na próxima terça”.

As informações são da Assessoria de Comunicação Bancada de Oposição na Câmara de Vereadores de Ipirá