Jornalistas, jogadores, dirigentes e integrantes da comissão técnica da Chapecoense mortos no acidente com o voo da LaMia foram velados em várias cidades neste sábado (3). A queda da aeronave na Colômbia na última terça-feira (29) deixou 71 mortos.

No domingo (4), 11 vítimas que estavam na aeronave devem ser sepultadas no Rio Grande do Sul. O zagueiro Filipe Machado, 32 anos, será velado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, na manhã deste domingo (4). Também será cremado, mas em Porto Alegre, o corpo do atacante Kempes, 34 anos, que jogou no Caxias e no Novo Hamburgo.

Ainda em Porto Alegre, serão sepultados os volantes Matheus Biteco, 21 anos, ex-Grêmio, e Josimar, 30 anos, ex-Inter. O primeiro será velado ao longo da madrugada de domingo (4) no Cemitério Jardim da Paz. O sepultamento está marcado para às 11h30.

O corpo do goleiro da Chapecoense Danilo deve chegar à Cianorte, no noroeste do Paraná, por volta da 0h deste domingo (4). Após o velório coletivo, realizado na tarde deste sábado (3) na Arena Condá, em Chapecó-SC, o corpo segue em um carro funerário para Cianorte. Familiares devem acompanhar o transporte.

O corpo do jogador alagoano Arthur Maia será sepultado no domingo em Maceió. Neste sábado (3), familiares e torcedores prestaram homenagens às vítimas do acidente, na Arena Condá, em Santa Catarina.

O corpo de Miguel Quiroga, de 36 anos, piloto do avião da Chapecoense, morto na queda da aeronave na terça-feira (29), foi velado na tarde desta sexta (2) e enterrado neste sábado (3) em Cobija, na Bolívia, cidade natal dele que faz fronteira com as municípios acreanos de Brasileia e Epitaciolândia. Amigos e familiares se reuniram na casa dos pais do piloto, onde o velório ocorreu.

O corpo de Quiroga chegou por volta de 15h (horário local) no aeroporto Aníbal Arad. Dezenas de pessoas estiveram no local para acompanhar a chegada, conforme a agência Efe. Foi a primeira parada do avião Hércules, enviado pelo governo da Bolívia, para fazer a repatriação dos bolivianos mortos no acidente.

RIO DE JANEIRO

Os três jornalistas da TV Globo que morreram na queda do voo que transportava a delegação da Chapecoense do Brasil para a Colômbia.

Os corpos do repórter Guilherme Marques, do produtor Guilherme Van Der Laars e do repórter cinematográfico Ari Júnior deixaram a Colômbia nesta sexta-feira (2) e chegaram à sede do Botafogo por volta das 13h, com uma hora de atraso em relação ao horário previsto inicialmente.

A cerimônia de despedida foi no salão nobre do clube Botafogo de Futebol e Regatas, em General Severiano, Zona Sul do Rio. Por volta das 15h, o velório foi encerrado e do lado de fora balões brancos homenagearam as 71 vítimas do acidente aéreo.

SANTA CATARINA

Chapecó
O velório coletivo de 50 das vítimas do acidente aéreo lotou a Arena Condá, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. Sob chuva, a cerimônia durou cerca de 2 horas e foi marcada por homenagens emocionadas, honras militares e por uma mensagem do papa Francisco aos familiares das vítimas. Após a cerimônia, permaneceram 16 corpos para serem velados em Chapecó.

Vindos da Colômbia, os corpos chegaram por volta das 12h30 em meio a emoção de familiares, amigos e torcedores do clube. O presidente Michel Temer acompanhou a cerimônia no estádio, mas não se pronunciou.
Grande Florianópolis

Três dos cinco profissionais da RBS mortos na queda do avião da Chapecoense na Colômbia.

O velório do técnico de externas Bruno Mauri da Silva ocorreu no Campo do Avante, bairro Pacheco, em Palhoça. O enterro será no Cemitério Bom Jesus de Nazaré, no bairro Passa Vinte.

André Podiacki é velado no cemitério do Itacorubi, em Florianópolis (Foto: Júlio Ettore/RBS TV)

O repórter do Diário Catarinense André Podiacki e o cinegrafista da RBS TV Djalma Araújo são velados no cemitério do Itacorubi, em Florianópolis. O enterro de Podiacki será no Cemitério do Itacorubi e de Djalma no Cemitério Municipal de Canajurê.

SÃO PAULO

São Paulo e Itapecerica da Serra
Os corpos do narrador Devair Paschoalon, conhecido como Deva Pascovicci, do ex-jogador e comentarista Mário Sérgio e do coordenador de externas Lilacio Pereira Júnior, mortos na queda do avião na Colômbia, chegaram ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, neste sábado (3). O velório de Deva e de Lilacio ocorre na Assembleia Legislativa de São Paulo, enquanto o de Mario Sérgio estava previsto para acontecer em Itapecerica de Serra, na Grande São Paulo.

Por G1 – Foto: Alan Morici/G1