quarta-feira, maio 29, 2024

“A PM da Bahia não é a que mais mata, é a que mais confronta”, diz tenente-coronel

O tenente-coronel Muller, subcomandante do Comando de Policiamento Regional Leste (CPR-L) em entrevista ao Acorda Cidade, lamentou sobre a morte de dois policiais em Salvador na noite de quarta-feira (27) em uma ação em que houve um mal-entendido durante a perseguição de bandidos e falou também sobre o trabalho da Polícia Militar no estado e em Feira de Santana.

Na opinião dele, a morte os colegas que acabaram confrontando-se por engano, mostra o desejo de cada PM em prestar o seu serviço e que levou a infeliz situação da morte dos dois.

Ele avaliou que acredita que o fato poderá ser usado nos cursos de formação e academias de polícia, no intuito de deixar um aprendizado e estabelecer um protocolo para que fatos assim não se repitam.

“O caso dos policiais foi um infeliz mal-entendido, muito lamentável e por consequência dele, dois soldados perderam as suas vidas. Fica o registro e o lamento”, afirmou.

O subcomandante falou ainda sobre a expressão que a Polícia Militar da Bahia é a que mais mata no país, analisando que não é isto que acontece, mas que a Polícia Militar da Bahia, é a polícia que mais confronta e que vem incansavelmente trabalhando para combater a violência e a criminalidade.

“A política de enfrentamento da corporação é seguida com muita lealdade pelo comandante do CPRL e oficiais. Para que os efetivos sejam empregados no terreno e evitem o confronto direto a todo custo, se o confronto ocorrer pior para eles (bandidos). A polícia baiana é a que mais enfrenta a bandidagem. Existem estatísticas que dizem que é a polícia com o maior nível de letalidade, e é uma visão equivocada desse dado estatístico. Nós podemos afirmar a partir desses dados que a PM da Bahia é a que mais confronta no Brasil. Está com a disposição estratégica de não deixar que na Bahia existam locais que a PM não possa entrar, entrar com demonstração de força, técnica, preparo e se partir para o confronto, que nossas tropas vençam todos”, disse.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

recentes