sexta-feira, abril 12, 2024

Bahia atinge 16 mortes por dengue, 54 mil possíveis casos e 175 em situação de epidemia

De acordo com os dados da Divep (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) da Sesab (Secretaria de Saúde da Bahia), 175 municípios da Bahia estão em estado de epidemia de Dengue. Outros 67 estão em risco e 18 em alerta. São 54.790 casos prováveis da doença até o dia 14 de março de 2024. No mesmo período, foram notificados 4.623 casos prováveis de Chikungunya no estado. Já os casos prováveis de Zika são 654 até a última quinta-feira.

A Bahia possui um dos menores índices de letalidade por Dengue em todo o país, girando em torno de 1,6%, enquanto a média nacional é de 3,09%. O cálculo é feito com base nos casos notificados que evoluem para a forma grave da doença. Ao todo, 16 óbitos por Dengue foram confirmados pela Câmara Técnica Estadual de Análise de Óbito da Sesab nas cidades Jacaraci (4), Piripá (3), Vitória da Conquista (3), Barra do Choça (1), Feira de Santana (1), Ibiassucê (1), Irecê (1), Santo Antônio de Jesus (1), Santo Estêvão (1). Em 2024, foram registrados dois óbitos por Chikungunya, nos municípios de Teixeira de Freitas e Ipiaú. Nenhum óbito por Zika foi confirmado.

Também na reunião do COES, a diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro, relatou que alguns óbitos pela dengue estão relacionados à falta de hidratação. “São mortes evitáveis, que, com o manejo clínico adequado, o paciente não evoluiria a óbito. Estamos dando apoio aos municípios em relação às orientações no tratamento dos pacientes”, disse.

Fonte: Ascom Sesab

recentes