sábado, maio 25, 2024

Bahia derrota o Bragantino e segue na briga pela liderança do Brasileirão

O Bahia venceu o Bragantino por 1 x 0 e segue na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (12), o aniversariante do dia era Thaciano, mas foi ele que deu o presente para os mais de 36 mil torcedores que estavam na Arena Fonte Nova.

Logo aos 10 minutos, o camisa 16 já demonstrou que estava a fim de jogo – balançou as redes, mas o gol foi anulado por impedimento. Na sequência, o Esquadrão continuou pressionando e abriu o placar após jogada bem trabalhada entre Everton Ribeiro e Cauly, que terminou com a definição do artilheiro tricolor.

No início da segunda etapa, a equipe baiana teve outro tento anulado – Jean Lucas estava em posição irregular. Depois, o time segurou o ímpeto do Bragantino e garantiu o triunfo.

Com o resultado, o Bahia manteve o tabu de nunca ter perdido para a equipe paulista em Salvador. Além disso, o time baiano segue na briga pela liderança do Brasileirão com 13 pontos – mesma pontuação do líder Athletico Paranaense, mas está uma posição atrás por conta do saldo de gols.

Na próxima partida, o Tricolor vai até a Arena MRV, em Belo Horizonte (MG), enfrentar o Atlético Mineiro. A bola rola no domingo (19), às 16h, pela sétima rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

Bahia 1 x 0 Bragantino
Série A – 6ª rodada
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 12/05/2024 (domingo)
Horário: 18h30
Árbitro: Gustavo Ervino Bauermann (SC)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Gizeli Casaril (SC)
Quarto árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)

Gol: Thaciano (Bahia)
Cartões amarelos: Kanu e Thaciano (Bahia) / Lucas Evangelista, Jadsom e Henry Mosquera (Bragantino)

Bahia: Marcos Felipe; Santiago Arias, Gabriel Xavier, Kanu e Luciano Juba; Caio Alexandre (Rezende), Jean Lucas, Everton Ribeiro © (Carlos de Pena) e Cauly (Ademir); Thaciano (Rafael Ratão) e Everaldo (Biel). Técnico: Rogério Ceni

Bragantino: Cleiton ©; Nathan Mendes, Eduardo, Pedro Henrique e Luan Cândido; Jadsom (Lincoln), Gustavo Neves (Eric Ramires) e Lucas Evangelista (Matheus Fernandes); Helinho, Thiago Borbas (Talisson) e Vitinho (Henry Mosquera). Técnico: Pedro Caixinha

Fonte: Metro 1

recentes