sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Clínica é suspeita de dopar idosos para diminuir número de cuidadores em Goiás

Uma clínica em Valparaíso de Goiás está sendo investigada por suspeita de dopar os pacientes à noite para diminuir o número de funcionários no local.

A polícia recebeu uma denúncia de que idosos estariam sendo dopados no período noturno para diminuir a quantidade de funcionários no local, segundo a delegada Samya Noleto.

Os policiais foram ao local na quinta-feira (25) e viram 38 idosos e duas cuidadoras, sendo que a responsável pela clínica não estava presente. Ela encaminhou advogado para defesa.

Foi expedido um mandado de busca e apreensão para colher provas de medicamentos que não estavam prescritos para os idosos e a quantidade de funcionários presentes no período noturno.

A delegada contou que a polícia recolheu remédios e alimentos no local para apuração do caso. Com a polícia no local, os idosos reclamaram que dormiam em locais “escuros e solitários”.

Também foi encontrado receituário sem assinatura médica e receituário em branco.

A Polícia Civil não divulgou o nome da instituição e da responsável porque o caso ainda está em investigação. A reportagem procurou a Secretaria de Desenvolvimento Social para comentar a ocorrência, mas ainda não teve retorno.

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

recentes