quinta-feira, abril 25, 2024

‘Como se a gente tivesse a pior segurança pública do mundo’, diz Jerônimo sobre cobertura das TVs baianas

No lançamento da “Operação Carnaval”, nesta segunda-feira (13), o governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), afirmou que pediu para a sua comunicação rebater as críticas feitas à segurança pública nos noticiários televisivos do estado. Para o gestor estadual, os canais de televisão anunciam diariamente um “massacre”.

“Eu já pedi à Secom, e eu quero pedir às nossas Secoms para que a gente faça essa disputa na comunicação. Nós não podemos perder essa disputa [da narrativa]. Todos os dias a gente ouve nas TVs um massacre, como se a gente tivesse a pior segurança pública do mundo, nós não podemos acolher isso com tranquilidade”, falou o chefe do Executivo Estadual.

No seguimento da sua fala no Batalhão de Policiamento Especializado em Eventos da Polícia Militar, Jerônimo lembrou que 30 mil agentes policiais estarão nas ruas durante o carnaval e pontuou que ações serão realizadas nas comunidades, caso sejam necessárias. “A disputa não é entre partidos. É uma disputa para que a gente possa vencer o crime dando bom exemplo como estamos fazendo agora. As operações vão continuar acontecendo, mesmo com 30 mil homens e mulheres envolvidos no Carnaval, não pensem que a gente deixou de olhar as comunidades e o trabalho diário. Vamos fazer as operações quando for preciso e necessário”, garantiu.

Do Acorda Cidade

recentes