sábado, maio 25, 2024

Fora de casa, Bahia derrota o Botafogo e assume a vice-liderança do Brasileirão

O Bahia venceu o Botafogo por 2 a 1 na noite deste domingo (5), no estádio Nilton Santos, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. O Tricolor de Aço abriu o placar com Everaldo, de pênalti, o Alvinegro carioca igualou o marcador com Jeffinho e Rafael Ratão deu números finais à partida.

Com o resultado, o Bahia chega aos 10 pontos e assume a 2ª colocação. O Botafogo caiu para a 3ª posição e estacionou nos 9 pontos. Na próxima rodada, no domingo (12), o Esquadrão recebe o Red Bull Bragantino, na Arena Fonte Nova.

O jogo

Foi um início de jogo acelerado, de trocação ampla entre o times. No entanto, jogando ao lado do torcedor, o Botafogo tinha mais a iniciativa para agredir a defesa do Bahia. Logo aos 7 minutos, o time carioca já havia marcado um gol, mas que foi anulado por impedimento de Luiz Henrique.

O Bahia só finalizou a primeira bola aos 14 minutos. Os comandados do técnico Rogério Ceni tentavam reter a posse de bola, colocando o Botafogo atrás da linha da bola, mas acabava pecando no último passe, dando o contra-ataque pro adversário.

Aos 26 minutos, Marlon Freitas fez bom lançamento em profundidade para Savarino, que recebeu do lado esquerdo da área, ajeitou o corpo e mandou a bola no travessão. No entanto, havia impedimento do camisa 10 do Botafogo.

Aos 37 minutos, o Bahia voltou a responder. Everton Ribeiro recebeu na entrada da área e abriu na direita para Arias. O lateral dominou e cruzou com carinho na cabeça de Everaldo, que venceu Damián Suárez no alto e fuzilou de cabeça. No entanto, o goleiro John apareceu no puro reflexo, espalmou e fez um verdadeiro milagre para evitar o gol do Bahia.

Aos 42 minutos, Luciano Juba cruzou na área e a defesa afastou. Na sobra, Santiago Arias chutou e reclamou de um desvio no braço de Hugo. O árbitro foi chamado ao VAR e marcou o pênalti para o Bahia. Na cobrança, aos 47 minutos, Everaldo bateu no alto, no canto direito e abriu o placar.

Segundo tempo

O Bahia voltou irreconhecível para a segunda etapa. Foi completamente dominado desde o reinício da partida. Logo no 1º minuto mais um gol anulado. Marlon Freitas lançou Damián Suárez, que cruzou rasteiro para a área Junior Santos colocou para o gol. A arbitragem assinalou impedimento.

Foram 15 minutos de uma completa pressão do Botafogo. Uma hora, o Bahia acabou cedendo. Aos 17 minutos, Óscar Romero lançou para Savarino, que finalizou para boa defesa de Marcos Felipe. Na sequência, a bola sobrou para Marlon Freitas, que chutou mal, mas a bola sobrou para Jeffinho, que dominou e acertou um belo voleio para empatar.

O gol animou ainda mais o time carioca, que se lançou de vez ao ataque. Acuado, Rogério Ceni apostou em substituições para dar segurança defensiva e aproveitar a velocidade em contra-ataques.

Mesmo com a pressão, em um das poucas escapadas, aos 41 minutos, Carlos De Pena ligou lindo passe para Rafael Ratão em velocidade, nas costas da zaga, e o atacante ficou cara a cara com John, driblou o goleiro e empurrou para o fundo da rede para dar o golpe derradeiro no Nilton Santos

FICHA TÉCNICA:

Botafogo 1 x 2 Bahia – 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 05/05/2024 (domingo)
Horário: 18h30
Árbitro: Rafael Rodrigo Klein
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Tiago Augusto Kappes Diel
Cartões amarelos: Bastos, Alexander Barboza (Botafogo); Kanu, Rezende (Bahia)
Gols: Jeffinho (Botafogo); Everaldo, Rafael Ratão (Bahia).
Escalações:

Botafogo – John; Damián Suárez (Alexander Barboza), Lucas Halter, Bastos e Hugo (Cuiabano); Danilo Barbosa, Marlon Freitas e Luiz Henrique (Óscar Romero); Savarino, Jeffinho (Diego Hernández) e Júnior Santos. Técnico: Artur Jorge.

Bahia – Marcos Felipe; Santi Arias, Gabriel Xavier, Kanu e Luciano Juba; Caio Alexandre (Carlos de Pena), Jean Lucas, Everton Ribeiro (Ademir) e Cauly (Biel); Thaciano (Rafael Ratão) e Everaldo (Rezende). Técnico: Rogério Ceni.

Redação Galáticos Online

recentes