sábado, maio 25, 2024

FPM: municípios brasileiros recebem R$ 1,5 bilhão nesta segunda-feira (20), com queda de 10% em comparação a 20 de outubro de 2022

Os municípios brasileiros recebem, nesta segunda-feira (20), um total de R$ 1,579 bilhão referente ao segundo decêndio de novembro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A quantia 1% menor que a do mesmo período de outubro deste ano, quando foram repassados R$ 1,590 bilhão. Mas, na comparação com o mesmo período de 2022, a redução é de 10%.

Comparativo:

2º decêndio novembro/2023 – R$ 1.579.064.169,16
2º decêndio outubro/2023 – R$ 1.590.169.580,31
2º decêndio novembro/2022 – R$ 1.756.708.246,42

Mesmo apresentando queda, o FPM é de fundamental importância para manter as contas municipais em dia. É com esse repasse, que cidades de menor porte — menos de 50 mil habitantes — pagam os funcionários, compram a merenda escolar e quitam as dívidas com fornecedores.

A pequena cidade de Guarani d’Oeste, em São Paulo, tem menos de dois mil habitantes e o FPM é de fundamental importância para as contas públicas, como explica o prefeito Nilson Timporim.

“Ele rege o bem ou o mal-estar do municípios. Se o FPM for ruim o município não consegue sobreviver, pagar em dia a saúde, remédios — tudo. O município para.”

Segundo o assessor de orçamento César Lima, essa queda é reflexo de um cenário maior da arrecadação nacional.

“Temos alguns fatores que estão impedindo essa queda. De maneira geral, as receitas têm caído, tanto que o déficit das contas do governo deve se concretizar em R$ 140 bilhões neste ano.”

No Território da Bacia do Jacuípe na Bahia, o recuo foi de R$ 511.042,34, confira na tabela abaixo:

Fonte: Brasil 61 e informações extraída do site [bb.com.br]

recentes