quinta-feira, maio 30, 2024

Outubro terá um eclipse solar visível no Brasil

Um eclipse próximo sábado, 14 de outubro. O fenômeno acontece quando a Lua se posiciona entre o Sol e a Terra, transformando a estrela em um “anel” de luz. Apesar de impressionante, o fenômeno não é exatamente raro: o último, por exemplo, aconteceu em 2021, mas, pela posição da Terra na época, não pôde ser visto no Brasil. Com início previsto para 15h50, o eclipse solar de outubro de 2023 terá transmissão ao vivo pelo YouTube do Observatório Nacional, ao vivo a partir das 11h30.

Vale dizer que, caso você viva em uma das regiões em que o fenômeno esteja visível, especialistas recomendam não olhar diretamente para o eclipse. Isso porque a força da luz solar pode queimar as células da sua retina, causando inclusive cegueira. A seguir, veja duração do eclipse solar de 2023, curiosidades e onde assistir ao vivo de forma segura.

O que é um eclipse solar?

O eclipse solar é quando a Lua, satélite natural, se posiciona entre a Terra e o Sol, criando uma sombra sobre a estrela e deixando-a com a aparência de um anel de fogo. Em geral, esse fenômeno – que tem vários tipos – não é raro e acontece pelo menos uma vez ao ano, mas, pela posição da Terra, não é sempre que é visível pelo Brasil.

De acordo com o Observatório Nacional, a última vez que aconteceu um eclipse solar anular foi em 2021, mas, na época, não foi possível assisti-lo daqui. Abaixo, veja os tipos de eclipses que podem acontecer:

Total: esse é raro. Acontece quando a Lua tapa totalmente o Sol, deixando aparente somente a sua coroa;

Anular (anelar): é o que vai acontecer em outubro de 2023. Não é tão raro, e acontece quando a Lua não tapa totalmente o Sol, deixando-o no formato de um anel de luz;

Parcial: como diz o nome, no eclipse solar parcial a Lua cobre somente uma parte do Sol, deixando-o mais aparente do que nos outros tipos do fenômeno;

Híbrido: como o total, esse também é um eclipse raro, que acontece poucas vezes em um século. Aqui, todos os tipos de eclipse citados anteriormente acontecem durante um só evento – anular, total e depois anular/parcial de novo.

O eclipse solar de outubro de 2023 estará visível em lugares do Norte e do Nordeste brasileiro. O melhor lugar para assistir ao vivo será Ararauna, cidade da Paraíba, mas as capitais João Pessoa e Natal (Rio Grande do Norte) também terão visão privilegiada do fenômeno. Outros estados com cidades que poderão ver o eclipse solar anular acontecendo são Amazonas, Ceará, Maranhão, Pará, Pernambuco, Piauí e Tocantins.

O eclipse solar de 14 de outubro está previsto para começar por volta das 15h43, atingindo seu pico às 16h51 e finalizando às 17h50. A duração total do fenômeno, de acordo com o Observatório Nacional, será de 2h e 7min.

Por que não pode olhar o eclipse solar? Óculos escuro ajuda?

Não é recomendado olhar diretamente para o eclipse solar. Isso acontece porque a luz do Sol é tão forte que, sem que a pessoa perceba, vai queimando as células da retina ocular – o que pode, no pior dos casos, levar à cegueira parcial ou total. O processo é completamente indolor, já que as retinas não têm sensibilidade à dor, e por isso a observação desprotegida é tão perigosa.

Óculos escuros normais não protegem os olhos de eclipses solares. Para que isso acontecesse, seria preciso usar equipamento específico para observar o fenômeno e/ou óculos de solda. Por isso, para observar o eclipse solar de 14 de outubro de forma segura, especialistas recomendam assistir ao evento de forma indireta – como pela transmissão ao vivo no YouTube, por exemplo.

O Observatório Nacional do Brasil fará uma transmissão ao vivo do eclipse solar em 14 de outubro, com início já a partir das 11h30. Para assistir, basta acessar o canal oficial do órgão (https://www.youtube.com/@observatorionacional/streams) e tocar na aba “Ao vivo”, que está programado, e basta tocar sobre o banner dela, na hora do evento, para vê-lo.

Vale dizer que, por enquanto, você pode também ativar as notificações para ser lembrado de quando o fenômeno for começar. Para isso, basta, abaixo do banner do ao vivo, tocar em “Receber notificações”. É possível assistir ao eclipse solar anular de outubro tanto pelo PC, quanto pelo celular Android ou iPhone (iOS).

Fonte: Exame

recentes