sábado, maio 25, 2024

Passageiro de Uber é baleado em entrada de motel

Na noite deste sábado (11), um motorista de aplicativo que conduzia um Uno cinza foi surpreendido quando levava um passageiro ao Motel Lago Azul, localizado na Avenida Eduardo Fróes da Mota, no bairro Conceição, em Feira de Santana. Ao parar na portaria do Motel, o seu veículo foi alvejado com vários tiros efetuados por homens desconhecidos.

Os tiros foram deflagrados no fundo do carro e do lado da porta traseira do passageiro.

O condutor do veículo não ficou ferido. O passageiro foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Clériston Andrade (HGCA).

Ao Acorda Cidade o Tenente Coronel Lobão deu mais detalhes sobre o ocorrido.

“A história contada pelo motorista da Uber é que ele pegou uma corrida por fora, não estava no aplicativo, o motorista estava de chinelo, bermuda e camiseta. E disse que o pai do rapaz que pediu para buscar o passageiro e trazê-lo para cá. E quando ele estava entrando no motel vinha um carro por trás e deflagrou mais de 50 tiros, na lateral direita e no vidro da frente. O motorista disse que já tinha saído do carro para conversar com o porteiro do motel e entrou no motel na hora dos tiros”, disse.

A situação está sendo investigada.

“Até o momento não temos elementos de provas contra o motorista. Nós não podemos ser levianos e nem agir na ilegalidade para isso. O objetivo era matar o passageiro. Agora não sabemos quais são esses acertos dos elementos darem os tiros, para querer matar o outro. A Polícia Militar e Civil já estão no circuito investigando e em breve a sociedade de Feira terá os resultados dessas ocorrências”, informou.

O Tenente Coronel Lobão destacou que a Polícia Militar está trabalhando muito.

“Nós temos seis viaturas da Cipe Litoral Norte, nós temos seis viaturas da Rondesp, nós estamos com aproximadamente 70 viaturas dentro de Feira de Santana, trabalhando, abordando, socorrendo, auxiliando o povo de Feira. Então confiem na Polícia Militar, esses fatos não estão fugindo das nossas rédeas. Infelizmente o tráfico de drogas aumentou, o consumo de drogas aumentou e quando deve se paga. E o traficante quando cobra, cobra com a vida. A gente deve se preocupar muito com o latrocínio, com o cidadão que sai da sua casa para trabalhar e que é assaltado, assassinado, isso me preocupa e muito, me deixa chateado, e eu vou pra cima”, frisou.

Com informações e foto do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

recentes