domingo, abril 21, 2024

Temporal deixa Rio em ‘alerta’, afeta transportes, e 113 sirenes são acionadas em comunidades

A cidade do Rio de Janeiro entrou em estágio de alerta, às 20h desta terça-feira (7), por conta do temporal em vários bairros, o que provocou alagamentos e afetou os transportes como trens, ônibus (incluindo BRT) e VLT (veja mais abaixo).

Segundo a Prefeitura, das 162 sirenes, 113 sirenes haviam sido acionadas até as 21h09 em comunidades que ficam em áreas de risco de deslizamento.

O acumulado de chuva variou de 30 a 40 mm/h no Centro e na Zona Norte.

Segundo o Sistema Alerta Rio, em São Cristóvão, houve temporal, e o acumulado chegou a 62 mm em uma hora. O bairro da Glória registrou quase 45 mm em 1h, entre 17h e 18h.

Em outros locais, como Saúde, Méier, Tijuca, Catete, Penha, Jardim Botânico e Gávea, também choveu forte, e várias vias ficaram inundadas. Motoristas tiveram que parar os carros em calçadas ou ladeiras para esperar a água baixar.

Houve registro de alagamento também na Avenida Mem de Sá, altura da Rua Ubaldino do Amaral, e na Rua Riachuelo, altura da Rua Monte Alegre.

No Shopping Nova América, parte de uma estrutura de gesso do teto caiu próximo ao acesso C do local. Não houve feridos e o estabelecimento não interrompeu o seu funcionamento.

O telhado do Museu do Samba, na Mangueira, também desabou. A área atingida foi a da reserva técnica, que guarda itens do acervo da instituição. O prédio, localizado na Rua Visconde Niterói, ficou às escuras, com instalações elétricas em curto.

Bombeiros do Quartel do Méier foram acionados às 20h06 para o desabamento de um imóvel na Rua Uruguai com Rua Maria Amália, no Andaraí. Por conta do número de chamados, a ocorrência foi repassada ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas até a última atualização desta reportagem não havia detalhes do incidente.

Por g1 Rio

recentes