quarta-feira, julho 17, 2024

Valor de gás de cozinha tem terceiro aumento do ano na Bahia, diz sindicato

O gás de cozinha teve o terceiro aumento do ano, na Bahia. O preço do botijão fica em média R$ 5 mais caro, a partir desta segunda-feira (1°), segundo o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado da Bahia (Sindrevgas).

De acordo com o Sindrevgas, em Salvador e região metropolitana, o preço médio do gás praticado até domingo (29), era de R$ 115. Agora, passa a ter um valor de aproximadamente R$ 125.

No início de abril, a Acelen, empresa que administra a Refinaria Mataripe, anunciou uma redução de 8% no valor do gás de cozinha, na Bahia. Na oportunidade, o preço caiu de R$ 4,02 para R$ 3,69 o quilo.

A empresa informou que os preços dos produtos produzidos na Refinaria de Mataripe seguem critérios de mercado que levam em consideração variáveis como custo do petróleo, que é adquirido a preços internacionais, dólar e frete, podendo variar para cima ou para baixo.

Segundo a Acelen, a empresa conta uma política de preços transparente, amparada por critérios técnicos, em consonância com as práticas internacionais de mercado.

No início de março, o gás de cozinha teve o segundo aumento do ano, na Bahia. O preço do botijão ficou em média R$ 3 mais caro, segundo o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado da Bahia (Sindrevgas).

No mês de fevereiro houve um reajuste de 8,2%, ficando entre R$ 5 e R$ 7 mais caro.

Na Bahia, a forma como o preço é definido é diferente do restante do país, já que a precificação é feita pela Acelen e não pela Petrobras.

Reajuste no preço do gás realizados em 2022 e 2023:

2022:

03/02/22 + R$ 4,45
01/03/22 + R$ 1,51
11/03/22 + R$ 2,95
01/05/22 + R$ 5,94
01/07/22 + R$ 4,26
01/09/22 + R$ 5,00
2023:

01/02/23 + R$ 5,00
01/03/23 + R$ 3,00
01/05/23 + R$ 5,00

Fonte: g1 Bahia

recentes