domingo, abril 21, 2024

Valor do visto para os EUA vai aumentar a partir de 30 de maio

O valor do visto para o Estados Unidos terá reajuste a partir de 30 de maio, de acordo com a Embaixada dos EUA no Brasil e o Consulado americano em São Paulo. A taxa para o visto de turismo/negócios (categoria B1/B2), que é de US$ 160, passará para US$ 185. Levado em consideração que US$ 1 está valendo em torno de R$ 5, o aumento representa um acréscimo de R$ 125 para os brasileiros que vão tirar o visto.

Conforme o consulado, as taxas para vistos de outras categorias que não são baseadas em petição, como de estudante e visitante de intercâmbio, também terão aumento de US$ 160 para US$ 185.

A taxa para vistos de não imigrante baseados em petição para trabalhadores temporários (categorias H, L, O, P, Q e R) aumentará de US$ 190 para US$ 205. A taxa para comerciante, investidor de tratados internacionais e requerentes de tratados em uma ocupação especializada (categoria E) aumentará de US$ 205 para US$ 315.

Confira todas as taxas:

A taxa para o visto de turismo/negócios (categoria B1/B2), que é de US$ 160 passará para US$ 185.

As taxas para vistos de outras categorias que não são baseadas em petição, como vistos de estudante e visitante de intercâmbio, também terão aumento de US$ 160 para US$ 185.

A taxa de processamento de inscrição para NIVs das categorias H, L, O, P, Q e R aumentará de US$ 190 para US$ 205.

A taxa para NIVs de categoria E aumentará de US$ 205 para US$ 315.

A taxa para a isenção do requisito de residência de dois anos para visitantes de intercâmbio será mantida em US$ 120.

Conforme o Consulado dos Estados Unidos em São Paulo, o Departamento de Estado dos Estados Unidos está empenhado em facilitar viagens legítimas tanto de não imigrantes quanto de imigrantes para o país.

Vistos de não imigrante: Viagem aos Estados Unidos em caráter temporário, incluindo turismo, trabalho temporário, estudo e intercâmbio.

Vistos de imigrante: Para estrangeiros querendo residir permanentemente nos Estados Unidos.

Em dezembro de 2021, o departamento publicou um aviso para revisão dos aumentos propostos nas taxas de processamento de certos pedidos de visto de não-imigrante. Desde então, a demanda por vistos de não-imigrante teve um aumento maior do que o previsto, reduzindo assim o custo unitário desse serviço. Como resultado, o Departamento irá implementar aumentos menores para essa taxa de NIV.

“Como política, as operações consulares do Departamento são financiadas por taxas cobradas pelos serviços prestados. As taxas devem ser estabelecidas com base no custo real da prestação de serviços, conforme determinado após um estudo do custo dos serviços. As taxas geralmente são estabelecidas com base na demanda e no custo real da prestação de cada serviço. Os aumentos das taxas de visto de não-imigrante são baseados estritamente nos resultados desse modelo de custo de serviço, e o Departamento atualiza apenas os custos da prestação dos serviços consulares”, disse ainda o consulado.

Ainda de acordo com informações da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, o último aumento das taxas foi aplicado há mais de dez anos. “Informamos também que o último reajuste dessas taxas foi em 2012?, disse a embaixada.

Tempo de espera do visto

O tempo médio de espera para primeira entrevista de visto de turismo e negócios para os Estados Unidos no posto consular de São Paulo está em torno de 571 dias, mas há outras categorias de vistos de estudantes e de intercâmbios, em que o tempo de espera atualmente é inferior a um dia em São Paulo.

Para visto de turismo e negócios sem a necessidade de entrevista, o tempo médio de espera é de 10 dias. No caso de renovações dentro do prazo de quatro anos, os requisitos são diferentes e o solicitante pode renovar o visto, sem a necessidade de entrevista. A fila de espera é apenas para deixar a documentação no consulado. Após isso, a pessoa entra para a fila de nova renovação.

No caso de solicitações de emergência, o pedido também é realizado por um processo diferente.

Para melhorar o atendimento, uma ferramenta digital permite que as pessoas verifiquem como está o tempo de espera em todas as regiões do Brasil. Se a pessoa é de São Paulo e precisa de agendamento, ela pode fazer esse agendamento de entrevista em Brasília, no Recife, em Porto Alegre ou no Rio de Janeiro. Clique aqui para informações sobre tempo de espera de vistos em cada uma das localidades.

Confira aqui algumas orientações:

– Verificar o período de espera em outros consulados, como Rio de Janeiro, Recife e Porto Alegre.

– Monitorar a inclusão de novos horários no sistema de agendamentos, já que há muitos cancelamentos de última hora e o reagendamento não tem custo.

– Solicitações de emergência são feitas por um sistema diferente.

– Para evitar filas longas, também é recomendado renovar o visto em até quatro anos, o que elimina a necessidade de fazer nova entrevista.

Estadão Conteúdo

recentes