sábado, julho 13, 2024

Governador quer instituir o 13 de agosto como “Dia de Santa Dulce dos Pobres”

A religiosa católica Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, a Santa Dulce dos Pobres, que dedicou sua vida em favor das pessoas doentes e da população mais pobre, vai ganhar uma data especial para ser lembrada eternamente. Em mensagem direcionada ao deputado Adolfo Menezes, presidente da Assembleia Legislativa, o governador Jerônimo Rodrigues encaminhou em anexo o Projeto de Lei nº 24.733/2023, que institui o dia 13 de agosto como o “Dia de Santa Dulce dos Pobres no Estado da Bahia”.

No documento, o chefe do Executivo estadual explica que a presente proposição tem por objetivo homenagear a primeira santa brasileira declarada “Bem-Aventurada” em 13 de agosto de 2011 e canonizada na Basílica de São Pedro, no Vaticano, pelo Papa Francisco, em 13 de outubro de 2019. Conhecida como o “Anjo Bom da Bahia”, as suas obras de caridade, principalmente o Hospital Santo Antônio e as Obras Sociais de Irmã Dulce, são referências nas áreas de saúde e educação no Brasil e no mundo. Irmã Dulce faleceu em 13 de março de 1992.

Antes de ser debatido e aprovado pelos parlamentares no plenário da Casa das Leis, o PL será analisado pelos integrantes de três comissões: Constituição e Justiça; Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público; e, por fim, pelo Colegiado de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle.

Ao encerrar a mensagem, o governador Jerônimo Rodrigues aproveitou a oportunidade para “renovar ao presidente da ALBA e aos seus dignos pares, as expressões do seu elevado apreço e distinta consideração”.

Fonte e Foto: AscomALBA/AgênciaALBA

recentes